quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

A bola da vez

A bola da vez é o OCaml. Estou um pouco cansado do Haskell, e o Erlang, apesar de muito legal, é mais interessante para sistemas distribuídos.

Enquanto lia o livro do Chris Okasaki, me deparei com o ML e vi que o OCaml não é tão complicado como pensei. Por enquanto, a única deficiência que vi na linguagem é a falta de polimorfismo para os operadores mais básicos, como os aritméticos, mas que tem como ser contornada.

Vamos ver aonde chego! Quem sabe acabo no Lisp?? (Já andei paquerando o Scheme!)

Um comentário:

Roberto disse...

Até que enfim chegou no OCaml, hein? ;-)

Quanto ao LISP... o xkcd define bem melhor do que eu:

http://xkcd.com/224/

Abraço!

Postagens populares